sábado, 5 de novembro de 2016

Impossível ficar indiferente!

Tropecei neste vídeo por acaso mas fiquei preso. Como algo tão belo e tão bem feito pode deixar-nos tal sensação de dor?! E eu que sempre afirmei que a dança é a expressão artística que menos consigo compreender… aqui percebi perfeitamente… e tocou-me muito mais que o bruto, insensível que há em mim gostaria de admitir. Julguem por vós:

Elliot Moss - "Without The Lights" (Official Video)



FATifer

10 comentários:

  1. De facto não dá para ficar indiferente perante a mensagem que este bailado me passou.
    Senti-me tão incomodada que, apesar de o considerar um trabalho de uma beleza excepcional, não o quero voltar a ver.
    Para mim - e como sabes cada pessoa faz a sua própria interpretação daquilo que vê - isto representa a maior violência que uma mulher pode sofrer: o abuso sexual e o total desprezo pela sua individualidade. Assiste-se, aqui, à perda da liberdade e da inocência de uma jovem mulher. Até eu me senti conspurcada...

    Não sabia que havia um bruto e insensível dentro de ti, FAT...:) Olha que não, olha que não! :))

    Beijinhos, bom Domingo!

    (também fazes fisioterapia aos fins de semana?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Janita,

      Sim, por mais que cada um interprete à sua maneira é forte e impressiona mesmo sendo belo.
      Todos temo um bruto insensível dentro de nós mas (felizmente) a maioria escolhe não o ouvir ;)

      Beijinhos e bom Domingo para ti também!

      (não, ao fim de semana não há fisioterapia)

      Eliminar
  2. Eloquente. E, tal como a Janita, não quero voltar a ver, por me revoltar o uso e abuso de pessoas por "pessoas"

    Boa noite FAT

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. noname,

      É estranho apreciar-se e ao mesmo tempo criar-nos repulsa, eu sei. Mas também te digo que este vídeo acabou por se integrar numa campanha para chamar a atenção para este tipo de situações a decorrer nos EUA.

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Apesar da crueza do que se vê, devemos vê-lo muitas vezes, para não esquecer que toda a forma de violência contra o outro não pode ser tolerada.

    Boa escolha, FATifer (apesar de tudo).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, concordo Carla. Como disse, este vídeo tocou-me por o achar belo mas ao mesmo tempo sentir que o que se retrata nada tem de belo. Talvez isso lhe dê mais força para, como dizes, nunca esquecermos que o que se retrata não é de todo aceitável!

      Obrigado e um beijinho

      Eliminar
  4. Tinhas razão, impossível mesmo!
    O vídeo, a música e sobretudo a expressão artística estão brutais!

    Há muitas formas de escravidão, não há dúvida, e esta aqui retratada pode ser completamente destruidora.

    Beijos de luz...
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade cara deusa. Sabias que irias apreciar, mas não ficarias indiferente à mensagem ;)

      Abreijo meu

      Eliminar

É favor comentar se acha que tem algo a acrescentar…
Aviso apenas que me reservo o direito de eliminar qualquer comentário que entenda, porque sim!